"Você nunca sabe se vai conseguir se nunca tentar." Foi com essa frase que decidi encarar um dos maiores desafios de corrida de rua, enfrentar uma meia maratona.

Quando decidi encarar o desafio dos 400 km/ano o objetivo, de acordo com os cálculos, era correr em média 10 km por semana. Só que o tempo foi passando e com isso os objetivos foram sendo alcançados, conseqüentemente fui aumentando a distância percorrida a cada quilômetro, comecei com 4 km, depois aumentei pra 5, 6, 7, 10 e a maior distância que conseguiu correr tinha sido 16 km. Ao concluir duas provas de 16 km, me senti na ousadia de arriscar uma meia maratona e foi o que eu fiz. Após fazer a inscrição na corrida Golden Four Asics, tive a certeza que o desafio foi aceito e que eu teria que encarar e ir até o fim, para conhecer meus limites.

No Sábado fui para São Paulo e me hospedei em um hotel próximo ao local da largada da prova, o que facilitou e muito minha locomoção. Antes fui até a Expo Golden Four, um evento que estava acontecendo na FECOMERCIO, realizado pela organização da prova, onde pude retirar meu kit para corrida, com varias cortesia do evento aproveitei para personalizar minha camiseta sem nenhum custo adicional. Como havia chegado após as 17:00 não pude degustar o Buffet servido pela organização do evento. Voltei para o hotel para descansar, como o horário da largada estava marcado para as 07:00, dormi cedo para acordar às 05:00.

No domingo, dia da prova já pronto pra sair, encontrei várias pessoas hospedadas no mesmo hotel, que iriam participar da corrida. Como o local da largada era próximo ao hotel, fomos caminhando e ao mesmo  tempo aproveitando para fazer um pré-aquecimento para a prova. Ao chegar à ponte estaiada, local da largada, pude ver varias pessoas se preparando para os 21km, uns de forma bem profissional, outros de forma amadora. Após um aquecimento e alongamento, me dirigi ao meu local de largada e fiquei aguardando ansioso pelo início da prova.

Ao dar a largada, minha ansiedade foi aumentando, mas ao mesmo tempo pude sentir a energia positiva das pessoas que ali estavam. Ao passar pelo ponto de largada senti que estava começando um grande desafio. No meio daquela multidão de pessoas, foi passando a ansiedade e a confiança passou a tomar conta da prova. Mantendo sempre um ritmo leve, fui seguindo até o quilômetro seis, onde fiz uma pequena pausa para ir ao banheiro, pois minha bexiga estava muita cheia e não queria que nada tirasse minha concentração da prova. Após retornar a corrida, aumentei um pouco o ritmo para que meu tempo não ficasse tão prejudicado. Seguindo pelo quilômetro sete, fui surpreendido ao olhar na pista contrária, o primeiro colocado já na altura no quilômetro 17, nesse momento percebi o quanto estava longe do fim da prova. No quilômetro 12, o sol começou a se tornar um grande vilão mesmo me hidratando bastante senti o muito calor, e isso fez com que meu rendimento caísse um pouco. Ao chegar ao quilômetro 16, observei que estava correndo à 02:00:00. Baseando-me na média das ultimas corridas, percebi que estava dentro do meu tempo, mas mal sabia que ali começava o pior trecho da prova. Com cinco quilômetros para terminar a prova, comecei a sentir dores no joelho, sola dos pés e na parte de trás da coxa. A cada quilômetro a dor ia aumentando e incomodando, mas a determinação e terminar a prova, fez com que eu seguisse em frente, mas com responsabilidade de reconhecer os limites do corpo e não forçar demais para não causar nenhuma lesão grave. Após 02:47:00 bastante cansado, com dores nas pernas, mas com a satisfação de ter completado os 21km de prova, cheguei ao final muito orgulhoso de ter conseguido quebrar essa barreira. Após pegar a medalha, que por sinal é muito bonita, peguei um lanche, isotônico, frutas descansei um pouco, o suficiente para ter energia para voltar ao hotel tomar um banho, juntar as malas e voltar satisfeito para casa. Valeu pela organização da prova, que está de parabéns em quase todos os quesitos, com exceção do preço do translado do ônibus que ao que varias pessoas falavam, estava muito abusivo. Mesmo assim não tirou o brilho do evento.

Segue abaixo os videos documentário:

Video 1

Video 2

Segue abaixo os detalhes da corrida:

Para saber mais detalhes CLICA AQUI!

Você pode mandar suas críticas e sugestões de local de treino, musicas para ouvir durante a corrida, dicas de treinamento através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou siga-me no twitter: @bopnet

Ta certo!

JRoberto

<-->

Próximas Corridas

No Calendar Events Found or Calendar not set to Public.