Ao acordar pela manhã, tive a certeza de que teria um grande desafio pela frente apesar de ser a terceira participação em meia-maratona, estava ansioso, pois nessa corrida completo meu objetivo de correr 400 km nesse ano.

 

 

Ao chegar ao local da prova, mantendo o mesmo ritual de sempre, fiz meu alongamento e aquecimento antes da prova. Diferente das outras provas, o local da largada foi transferido para a avenida pinheiros, o que eliminou a subida na ponte transamérica. Dada a largada, com varias pessoas participando da corrida, demorei quase 5 minutos para passar da largada. Com o objetivo de baixar meu tempo em meia-maratona, comecei com um ritmo forte, que me fez chegar rápido ao grande desafio do percurso, a subida na ponte estaiada. Nesse momento o sol já começava a incomodar se tornando o grande vilão do percurso. Ao subir na primeira parte da ponte estaida, tentei manter o ritmo forte, mas logo fui perdendo fôlego, sem querer forçar muito, pois ainda estava no começo do percurso e ainda tinha muito chão pela frente. Após descer o primeiro lado da ponte, segui em frente para encarar o segundo desafio, subir o outro lado da ponte estaida, nesse momento, mantive um ritmo mais leve, fazendo com que eu sentisse menos cansaço na subida, depois só descida da ponte e partimos para o terceiro desafio. Ao descer da ponte eu estava no quilômetro 11, metade da prova. Como não havia mais subidas e descidas, voltei a aumentar o ritmo, pois naquele momento estava me sentindo bem fisicamente. Ao fazer o retorno no quilômetro 13, minha concentração se voltou para um único objetivo, chegar ao quilômetro 17, a quilometragem que faltava para completar minha meta no ano. Ao chegar ao quilômetro 16, comecei a sentir dores no joelho, mas a concentração em alcançar o próximo quilômetro era grande que por um momento esqueci-me das dores nas pernas. Ao avistar a placa do quilômetro 17, começou a passar um filme na minha cabeça, desde quando comecei no início do ano a correr os primeiros quilômetros. Varias imagens de lugares e corridas que participei muitas pessoas que conheci nesse período, tudo passava como um filme na minha cabeça. Ao chegar ao quilômetro 17 à sensação foi de ter completado uma parte do objetivo, pois ainda faltavam quatro quilômetros para terminar a prova.  A partir dai a concentração foi embora e voltei a sentir ainda mais fortes as dores nas pernas, principalmente nos joelhos, com as dores, o calor e o cansaço diminuem muito o ritmo, pois nesse momento não importava mais o tempo e sim completar a prova. Arrastando-me nos quilômetros finais, consegui após 02h30min completar com muito orgulho a minha terceira meia-maratona e também o meu objetivo de correr 400 km nesse ano de 2011. Ao final da prova, senti muitas dores no joelho, o que me compromete para a próxima corrida. Sim! Apesar de completar meu objetivo, ainda faltam mais algumas corridas que quero participar ainda esse ano, junto com a corrida de São Silvestre no dia 31.

 

Pontos Positivos: A organização da prova e o percurso. Estão de parabéns!!!

Pontos Negativos: Não encontrei nenhum!

Segue abaixo o video documentário:

Segue abaixo os detalhes da corrida:

Para saber mais detalhes CLICA AQUI!

Você pode mandar suas críticas, sugestões e dicas de treinamento através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou siga-me no twitter: @bopnet

Ta certo!

JRoberto

 

Próximas Corridas

No Calendar Events Found or Calendar not set to Public.