No domingo 17 de março de 2013, aconteceu em São Paulo a VII Meia Maratona Internacional. A primeira prova longa do ano.

 

 

Antes de falar sobre a corrida, preciso relatar algo que aconteceu uma semana antes. Eu estava participando de um treino, na Lagoa do Taquaral em Campinas, onde no inicio do treino percebi que meu batimento cardíaco estava muito alto, em alguns momentos chegou a 204bpm. Parei o treino, descansei um pouco e decidi novamente retomar o treino, após um pouco mais de 500 m notei que o batimento voltou a subir, imediatamente interrompi o treino. Naquele dia notei que estava um pouco agitado, demorando até para dormir. No dia seguinte ainda me sentia desconfortável, que me levou a marcar uma consulta com o médico dias depois. Foram solicitados dois exames do coração, que foram marcados para o dia 23/03. Na quinta feira 14/03, realizei um treino para saber se o batimento estava normal, após o treino percebi que estava tudo normal e que eu poderia participar da Meia Maratona no domingo. Portanto a decisão de correr no domingo mesmo antes de fazer os exames preventivos foi minha. Os riscos assumidos foram de minha responsabilidade, o que de certa forma acaba sendo uma irresponsabilidade. Assim como no ano passado eu decidi correr a mesma prova com uma lesão no joelho, assumindo os riscos, esse ano, seguindo a emoção e não a razão, novamente decidi participar da prova.

A prova

Cheguei ao local da prova no momento da largada, como tinha muita gente e pela experiência do ano anterior, sabia que iria demorar a passar pelo local da largada, com isso tive tempo de me arrumar, fazer um alongamento e partir para a prova. Sem aquecimento decidi manter um ritmo mais leve, pois não queria ter nenhum problema ao longo dos 21 km. A partir do terceiro quilômetro aumentei o ritmo mantendo meu ritmo normal, conseguindo chegar ao quilômetro 10 com 01h 02min, tempo excelente já que em média em faço 10 km com 01h 05min. A passar pelo centro da cidade não pude deixar de comentar o mau cheiro nas ruas, em certos trechos chega até causar náuseas. Impressionante como um lugar como o centro de São Paulo possa feder tanto. Enfim, voltando à corrida, após passar pelo centro da cidade, segui em direção à Barra-funda, passando pelo Memorial da America Latina, retornando ao Elevado Costa e Silva, chegando ao décimo sexto quilômetro. Seguindo no ritmo confortável consegui chegar ao décimo oitavo quilômetro, a partir dali, comecei a sentir um pouco de dor nos pés, mas como faltava poucos quilômetros não me incomodei e continuei minha corrida. Após 02h 21min completei os 21 km da Meia Maratona Internacional de São Paulo. Para mim foi um excelente tempo, pois estava prevendo completar a prova com 02h 30min. Após a corrida analisei meu batimento cardíaco e vi que a média estava 175bpm, do qual considero normal, mesmo assim passarei por uma avaliação médica na próxima semana para garantir que esteja tudo bem. Fim de prova, hora de voltar pra casa e descansar, pois na próxima semana terei mais uma meia maratona pela frente, dessa vez em Campinas, irei participar da Meia Maratona Amil, mas essa já será outra história.

Sobre o problema no coração, peço a você que lê esse texto, que não faça igual a mim, a qualquer sinal de irregularidade procure um médico e faça uma avaliação, pois com o coração não se brinca. "Faça o que eu digo e não faça o que eu faço!"

Pontos Positivos: O percurso da prova com varios pontos de hidratação, a medalha muito bonita, a organização do evento. Parabéns!

Pontos Negativos: Não encontrei ponto negativo.

 

Segue abaixo o video documentário:


Segue abaixo os detalhes da corrida:

Para saber mais detalhes CLICA AQUI!

Você pode mandar suas críticas, sugestões e dicas de treinamento através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou siga-me no twitter: @bopnet

Ta certo!

JRoberto

Próximas Corridas

No Calendar Events Found or Calendar not set to Public.